Personal tools
You are here: Home Programação 2007 Criação de tilápias em gaiolas

Região Centro-Oeste / Sudeste

Técnica de produção de tilápias em ambiente controlado do tipo gaiola.

Arquivos para download Arquivo MP3 - Criação de tilápias em gaiolas

Criação de tilápias em gaiolas:maior quantidade de peixes em menor espaço

 

A tilápia é um peixe de água doce cuja carne tem um baixo teor de gordura e é muito saborosa, sendo uma ótima opção para complementar a dieta alimentar humana. Os resíduos restantes da retirada do filé, servem como insumos para a produção de ração e seu couro é aproveitado na fabricação de bolsas, cintos e calçados

Uma das vantagens da criação de tilápias em gaiolas em relação a outros peixes é a facilidade de poderem ser produzidas em açudes, lagoas, rios e canais. Além disso, o investimento é de baixo custo quando comparado com viveiros convencionais. Um cuidado que o produtor deve ter é com a alimentação: por serem mantidos em  cativeiros os animais devem ser alimentados com rações nutricionais completas.

As gaiolas devem ser confeccionadas com materiais resistentes como ferro, tubos de PVC, aço inox e madeira. Para suas malhas utilizam-se materiais como aço inox, alumínio, nylon e telas plásticas. As gaiolas devem ser colocadas numa profundidade mínima de 2 metros e devem ser dispostas em fileiras, distantes de 2 a 4 metros umas das outras. Devem ainda ser instaladas em locais protegidos de ventos e onde as correntes tenham velocidade moderada. Isto evita o estresse dos peixes o que pode influenciar em seu desenvolvimento. Para iniciar o cultivo, as tilápias devem ter peso médio mínimo de 30g (juvenis), devido a abertura das malhas comerciais encontradas no mercado. Os peixes são normalmente transportados até o local de cultivo em caminhões com tanques de fibra de vidro e sob atmosfera de oxigênio, para evitar mortalidades.

 

2007/04/16
15'
Francisco Ávila Paz
Email: avilaemparn@rn.gov.br
Telefone: (84) 3232-5871
Emparn