Personal tools
You are here: Home Programação 2007 Escolha de raças para a criação de bovinos

Região Norte

Orientações para escolha adequada de raças bovinas, conforme suas aptidões, em diferentes condições ambientais

Arquivos para download Arquivo MP3 - Escolha de raças para a criação de bovinos

Escolha de raças para criação de bovinos é um dos primeiros passos para o sucesso na pecuária

 

 A escolha correta da raça ou das raças é um dos principais requisitos para o sucesso da pecuária, inclusive para o produtor familiar de leite ou de carne. Se essa escolha for equivocada, a produtividade e a rentabilidade estarão comprometidas, mesmo que o criador, siga à risca os demais procedimentos, como manejo, alimentação, formação de pastagens, manutenção de pastagens etc.

A raça precisa apresentar características que condizem com o meio ambiente local, como adaptação ao clima. Também devem ser levados em conta fatores como resistência a parasitas. Outro ponto a ser considerado são as características da carne e do leite a serem produzidos, de acordo com a demanda de cada mercado, pois determinadas raças produzem leite com maior ou menor teor de gordura, bem como maior ou menor número de sólidos totais. O mesmo ocorre com a carne, que, dependendo da raça, possui diferentes teores de gordura, diversas apresentações dessa gordura – entremeada no músculo ou separada – além de variações na maciez do produto final, entre outras características.

A acertada escolha da raça ou cruzamento é importante para o processo de profissionalização da pecuária brasileira, inclusive do produtor familiar de leite, com o conseqüente aumento de produtividade e lucratividade para o pecuarista, do incremento técnico e da especialização dentro da cadeia produtiva.

Durante o  Prosa Rural o pesquisador da Embrapa Pecuária Sudeste Pedro Franklin Barbosa dá algumas dicas e explica que, para não errar, o produtor precisa considerar que o critério para a escolha das raças não deve ser a beleza estética, a beleza aparente do animal, mas sim a produtividade, a qualidade da carne, sua adaptação ao clima e sua relação com a existência de alimento na região. Antes de tudo isso, no entanto, o pecuarista precisa conhecer as condições e demandas do mercado em que vai atuar.

Franklin aconselha ainda que, no momento da escolha, o produtor procure a orientação de um técnico especialista. “Cada caso é um caso. Mas se qualificar e quantificar o mercado, verificar as raças que têm as características desejadas, dificilmente o pecuarista vai errar no momento da escolha”, completa o pesquisador.

 

2007/08/01
15'
Jorge Reti
Email: jreti@cppse.embrapa.br
Telefone: (16) 3361-5611
Embrapa Pecuária Sudeste