Acesso à informação Portal de Estado do Brasil
Personal tools
You are here: Home Programação 2010 Plasticultura: técnica alternativa no cultivo protegido de frutas

Região Norte

Vantagens do cultivo protegido de frutas com uso de cobertura plástica.

Arquivos para download MP3 - Plasticultura: Técnica alternativa no cultivo protegido de frutas
Resumo - Plasticultura: técnica alternativa no cultivo protegido de frutas

Plasticultura: técnica alternativa no cultivo protegido de frutas

Segurança da produção, fruta de qualidade e garantia de mercado. Esses são alguns benefícios proporcionados pelo uso da plasticultura como técnica alternativa para o cultivo protegido e frutas. No Prosa Rural desta semana, o pesquisador da Embrapa Uva e Vinho (Bento Gonçalves/RS), Henrique Pessoa dos Santos, fala sobre as vantagens deste sistema de produção, que envolve mudanças tanto no manejo fitossanitário quanto fitotécnico.


“A premissa que o produtor tem de adotar é que o cultivo protegido é um novo sistema de produção. Não é simplesmente cobrir uma planta ou uma área. É preciso promover mudanças nos manejos fitossanitários e fitotécnicos”, esclarece durante sua participação do Prosa Rural desta semana.

Segundo Henrique Pessoa, no sistema de plasticultura os tratamentos fitossanitários só devem ser realizados quando ocorrer molhamento de folhas e frutas em decorrência de chuvas laterais ou de ventos. “Quando não houver esta condição, as pulverizações não são recomendadas, pois o produto aplicado, neste caso, está menos sujeito à degradação por raios ultravioleta, uma vez que os plásticos filtram essa radiação. Isso permite que toda a molécula do produto utilizado permaneça na fruta por muito mais tempo”, enfatiza.

Henrique Pessoa também dá dicas sobre como deve ser a estrutura do sistema de plasticultura. Segundo ele, a cobertura deve ser em formato de arco, o que permite melhor sustentação do plástico, sem gerar pontos de rasgo. No caso do cultivo protegido para videiras, o recomendado é o uso de arco em aço galvanizado. Já o plástico para a cobertura deve ser um tipo de malha impermeabilizada, capaz de oferecer maior resistência e durabilidade.

O pesquisador destaca, no entanto, que a cobertura só deve ocorrer no momento em que a planta estiver produzindo, para que a distribuição radicular seja a maior possível. “No Sul do Brasil, isso ocorre após a terceira safra do plantio de uvas”, explica.

O Prosa Rural é o programa de rádio da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O programa conta com o apoio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

 

2010/06/04
15'
Viviane Zanella
Email: viviane@cnpuv.embrapa.br
Telefone: (54) 3455 - 8084
Embrapa Uva e Vinho